Secretário da saúde Agnaldo Piscopo orienta que mesmo após a liberação do uso das máscaras ainda será exigido a proteção em hospitais e ônibus

HomeNOTÍCIAS

Secretário da saúde Agnaldo Piscopo orienta que mesmo após a liberação do uso das máscaras ainda será exigido a proteção em hospitais e ônibus

De acordo com o Secretário, será levado em conta duas excessões que será ainda obrigado o uso da máscara; em transportes públicos e em unidades medica

Governo de São Paulo deve liberar uso da máscara em locais abertos
Rio de Janeiro desobriga o uso total de máscaras
Bill Gates testa positivo para Covid-19
PUBLICIDADE

De acordo com o Secretário, será levado em conta duas excessões que será ainda obrigado o uso da máscara; em transportes públicos e em unidades medicas hospitalares.

PUBLICIDADE

Secretário da saúde Agnaldo Piscopo orienta que mesmo após a liberação do uso das máscaras ainda será exigido a proteção em hospitais e ônibus. Na noite desta quinta-feira (17) de março, o Secretário de Saúde Agnaldo Piscopo, utilizou as suas redes sociais para comentar sobre o novo decreto do governo do estado de São Paulo.

Acompanhando o cenário epidemiológico no estado de São Paulo, que aponta queda no número de doentes pela Covid-19 nas últimas semanas, a Prefeitura de Araras, por meio da Secretaria Municipal da Saúde, desobriga, a partir desta quinta-feira (17) de março, o uso de máscara de proteção em todos os ambientes.

O uso agora torna-se opcional em ambientes como escritórios, comércios, salas de aula, academias, entre outros. A utilização, porém, continua obrigatória no transporte público e nas unidades médico-hospitalares.

PUBLICIDADE

Leia também:

Com a melhora consistente nos números da pandemia, com menores taxas de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e enfermaria para tratamento da doença, além das altas taxas de coberturas vacinal, a decisão foi avalizada pelo Comitê Científico do Governo Estadual.

A flexibilização em ambientes abertos já havia sido autorizada no último dia 9 deste mês.

Araras está sem pacientes internados em enfermarias ou UTIs

O Boletim Epidemiológico desta quinta-feira (17), informa que pelo 2º dia consecutivo, Araras está sem pacientes internados nas alas de enfermaria ou de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), devido à Covid-19 (Sars-CoV-2).

Segundo os dados, mais de 25 mil casos da doença foram confirmados no município, desde o início da pandemia. Atualmente, a taxa de letalidade em Araras é de 1,7%, ou seja, 441 mortes.

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0