HomeNOTÍCIAS

No palco principal cantor Bruno comenta a falta de iluminação para pouso no Aeroporto da cidade de Araras, SP. “Só por uma luizinha”

Em comunicado Prefeito Pedrinho Eliseu responde. “Não iluminou até hoje porque da forma como o aeródromo está, atenderia apenas a uma meia dúzia de pr

Até 2028, Rede de Supermercados Pague Menos só venderá ovos provenientes de galinhas livres de gaiola
Igreja Avivamento Profético recebe Apóstolo dos Estados Unidos, em Araras, SP
União São João perde invencibilidade na segunda fase do Paulistão da Segundona

Em comunicado Prefeito Pedrinho Eliseu responde. “Não iluminou até hoje porque da forma como o aeródromo está, atenderia apenas a uma meia dúzia de privilegiados”, escreveu.

Neste segunda-feira (15) de agosto, a cidade de Araras/SP, completou 160 anos de emancipação politico administrativo e para festejar essa data, em apoio ao evento do Araras Rodeo Music, no Parque Ecológico Municipal de Araras Gilberto Ruegger Ometto, a prefeitura trouxe a dupla Bruno & Marrone, para se apresentar para o público, no último dia de festa, vale ressaltar que para entrar no recinto a pessoa teria que doar um quilo de alimento.

Contudo, no meio do show o cantor Bruno que faz dupla com Marrone, fez um desabafo. “Porque não ilumina a pista aqui? Ah! É uai. Tive que descer lá em Piracicaba. Só por uma luizinha, já tem a pista né?!”, concluiu.

Em resposta ao vídeo que circula nas redes sociais, o prefeito Pedrinho Eliseu respondeu indiretamente a pergunta do sertanejo. “Olá. Explico: não iluminou até hoje porque da forma como o aeródromo está, atenderia apenas a uma meia dúzia de privilegiados. Só por isso. Quem pousa e decola ali hoje Concluindo: estamos trabalhando para a concessão do aeródromo, baseados em duas premissas: primeira, que ele se torne algo atrativo para as empresas de Araras e do Estado, tornando-se assim fonte de riqueza e colaborando no transporte de cargas (com um limite) e pessoas (aviação executiva simples); segunda, aumentar a pista e balizar (para que se possa pousar e decolar à noite). Sem aumentar a pista a utilização é muito limitada, de sorte que não é só iluminar, não. Para valer a pena e servir à cidade, não somente a poucos que pousariam e decolariam aqui (aliás, sem pagar nada), o investimento é muito maior. Por isso o faremos através de terceiros, que operarão o espaço, investindo nele. Concluindo 2: claro que ele falou de boa, porque desconhece esses pormenores e também não conhece o aeródromo. que, por sinal, dá de 10 a 0 no que ele citou, embora ainda não iluminado. Concluindo 3: é justamente para que não beneficie apenas os “barões” que estamos fazendo desse jeito que escrevi. Concluindo 4: importante registrar que vieram para Araras com o show devidamente pago, em dia que a população entrou no show gratuitamente, com um quilo de alimento não perecível. Aí sim, é Araras sendo Araras”, respondeu.

Veja também

Aeroporto de Araras

Fundada em 14 de maio de 1941 o Aeroporto Municipal “Armando Américo Fachini” ocupa uma área total de 14 alqueires com 1.150 metros de pista asfaltada e 30 metros de largura o que possibilita o pouso e decolagem de aviões de pequeno e médio porte. Dispões de oito hangares e recebe diariamente uma média de 25 aeronaves em vôos de instrução e serviço.

O Aeroporto é mantido pela Prefeitura municipal de Araras, mas é fiscalizado pelo Aeroclube Araras que conta hoje com 92 associados. O aeroclube oferece aos usuários além do Clube de Aeromodelismo e uma escola de vôo.

Um dos eventos mais concorridos é o Encontro de Aeronaves Experimentais que acontece no segundo semestre de todos os anos e, na última edição contou com 42 tipos de aeronaves diferentes e de pequeno porte. Nos finais de semana os visitantes têm a oportunidade de fazer passeios panorâmicos pela cidade.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0