Honda aumenta os preços das motos mais vendidas do Brasil

HomeNOTÍCIAS

Honda aumenta os preços das motos mais vendidas do Brasil

Não foram apenas os automóveis que começaram 2022 mais caros. A Honda também aproveitou o começo do ano para aumentar os preços de algumas de suas mot

Papai Noel recebe carta comovente, ‘Meu sonho é ganhar uma carne para passar com a minha família’
Confiança do consumidor aumenta em dezembro
Dívidas já criam parcelas de conta de luz em 24 vezes
PUBLICIDADE

Não foram apenas os automóveis que começaram 2022 mais caros. A Honda também aproveitou o começo do ano para aumentar os preços de algumas de suas motos mais vendidas.

PUBLICIDADE

Honda aumenta os preços das motos mais vendidas do Brasil. Alguns reajustes foram consideráveis, outros nem tanto.

Começando pela linha CG, a mais vendida da fabricante no Brasil, os preços atualizados para cada uma das versões são:

  • Start – R$ 11.570 (aumento de R$ 390)
  • Fan – R$ 12.710 (aumento de R$ 430)
  • Cargo – R$ 12.860 (aumento de R$ 440)
  • Titan – R$ 13.780 (aumento de R$ 470)

A cub Biz também encareceu, e agora custa R$ 9.580 na versão 110i (aumento de R$ 330) e R$ 12.000 na versão 125 (R$ 410).

Leia também:

Já a Pop 110i, o modelo mais barato da fabricante no Brasil, teve reajuste mais tímido, passando a custar R$ 7.850 (R$ 150).

A CB Twister passa a custar R$ 17.360 na versão com freios CBS (aumento de R$ 170) e R$ 18.470 na versão ABS (R$ 180). A linha PCX teve acréscimo de valor em todas as versões. Os novos preços são R$ 14.050 para a versão CBS (R$ 540), R$ 15.590 na versão ABS (R$ 600) e R$ 16.010 nas versões Sport e DLX (R$ 620).

PUBLICIDADE

O preço da Honda Elite 125 subiu para R$ 10.530 (aumento de R$ 410), enquanto a XRE passa a ser oferecida por R$ 17.060 na versão 190 (R$ 810) e R$ 21.800 na versão 300 (R$ 510).

A marca mais vendida

A Honda foi dominante no ranking de emplacamentos de 2021 da Fenabrave, a associação das concessionárias.

A motocicleta mais vendida do Brasil em 2021 foi a CG 160, com 315.141 unidades.
A Biz ficou na segunda colocação, com 159.538 unidades vendidas, seguida pela NXR 160 Bros, com 128.228.

O domínio da Honda continuou com a Pop 110i ao emplacar 105.899 unidades em 2021. A CB Twister registrou 40.926 unidades no ano e foi o quinto modelo mais emplacado do Brasil.

A Yamaha conquistou as sexta, sétima e oitava colocações. Entre as trails, a XTZ 150 emplacou 32.258 e a Fazer 250, 31.633. A street Factor 150 vendeu 31.111.

Finalizando o ranking das dez motocicletas mais vendidas de 2021, a Honda XRE 300 emplacou 30.949 unidades, enquanto sua irmã XRE 190 vendeu 21.954.

Quer ter acesso a conteúdos exclusivos da Autoesporte? É só clicar aqui para acessar a revista digital.

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0