HomeNOTÍCIAS

União São João é campeão da Bezinha

União São João é campeão da Bezinha

O União São João é o campeão do Campeonato Paulista Sub-23, a quarta e última divisão do futebol de São Paulo, a popular “bezinha”. O Alviverde de Ara

União São João perde invencibilidade na segunda fase do Paulistão da Segundona
União São João empata em casa contra o Independente
União São João segue reforçando o elenco para o Paulista A3 do ano que vem

O União São João é o campeão do Campeonato Paulista Sub-23, a quarta e última divisão do futebol de São Paulo, a popular “bezinha”. O Alviverde de Araras (SP), jogando em casa, fez 2 a 0 em cima do Catanduva com Toninho e Valdívia após empate sem gols na partida de ida e voltou a levantar um troféu após 27 anos.

O jogo decisivo foi disputado no sábado (30), no estádio Hermínio Ometto, em Araras. O União São João abriu o placar aos 28 minutos do primeiro tempo com um golaço de Toninho, que driblou a defesa do Catanduva e chutou de fora da área. O segundo gol veio aos 32 minutos do segundo tempo, com Valdívia, de pênalti.

Com a vitória, o União São João conquistou o acesso à Série A3 de 2024. A equipe também foi campeã da Copa Paulista de 1995 e da Série A2 de 1996.

Retorno à glória

O título do União São João é um retorno à glória para o clube, que foi um dos principais times do futebol do interior de São Paulo nos anos 1990. A equipe revelou o lateral-esquerdo Roberto Carlos, que se tornou um dos melhores jogadores do mundo.

O União São João passou por um período de dificuldades nos últimos anos, mas conseguiu se reerguer e conquistar o título da Bezinha. O clube agora espera voltar a brigar por títulos nas divisões superiores do futebol paulista.

Torcida faz festa

O jogo decisivo do União São João foi um sucesso de público. O estádio Hermínio Ometto recebeu 7.567 torcedores, que fizeram uma grande festa para comemorar o título.

A torcida do União São João cantou e apoiou a equipe durante todo o jogo. O título é um momento de alegria para a cidade de Araras/SP. O clube é um símbolo do futebol do interior de São Paulo e sua conquista é motivo de orgulho para os moradores da cidade.

Primeiro tempo

O Catanduva começou a partida mais agressivo. Logo no primeiro minuto, após bola alçada na área, Gabriel Mancha, do União, quase marcou contra e foi salvo pelo goleiro Orlando. Três minutos depois, Romailson, do Catanduva, arriscou, a bola desviou na defesa e Gabriel Mancha salvou em cima da linha. Aos 19, Miguel Alcântara, do União, bateu falta na intermediária e a bola passou muito perto do gol de Mandela. O jogo ficou equilibrado a partir de então. Nos acréscimos, Luiz Fernando, dos visitantes, perdeu ótima oportunidade cara a cara com o goleiro. Aos 48, o União abriu o placar com golaço de Toninho, que recebeu na intermediária de Valdivia e, de canhota, acertou o ângulo esquerdo, sem chances para o goleiro Mandela.

Segundo tempo

Na segunda etapa, o time da casa jogou com mais tranquilidade por conta da vantagem construída no primeiro tempo e quase chegou a ampliar com o meia Valdívia, que chutou forte para a defesa de Mandela. O Catanduva respondeu aos 12 minutos, com uma cabeçada de Rodrigo que passou rente à meta do Verdão de Araras. Os visitantes tiveram outra oportunidade com Tárik, que mandou por cima do gol após uma rebatida do goleiro Orlando. O castigo veio na sequência, quando Joninha foi derrubado dentro da área aos 32 minutos e o árbitro marcou pênalti para a equipe Alviverde. Rodrigo, do Catanduva, foi expulso por reclamação, após receber o segundo amarelo. Valdívia foi para a cobrança e balançou as redes, sacramentando o resultado e confirmando o título ao União.

LEIA TAMBÉM

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0