HomeNOTÍCIAS

Temporal arrasa litoral norte de SP e mata 3 pessoas; Tarcísio anuncia operação de resgate com Exército

As fortes chuvas que atingem o litoral norte de São Paulo causaram a morte de três pessoas. Segundo boletim do Corpo de Bombeiros, os três óbitos já c

Chuvas que têm alimentado reservatórios do país devem reduzir preço da energia
São Paulo entra em alerta para chuvas em todas as regiões
Brasil terá fortes chuvas nos próximos 10 dias de até 300 MM

As fortes chuvas que atingem o litoral norte de São Paulo causaram a morte de três pessoas. Segundo boletim do Corpo de Bombeiros, os três óbitos já confirmados ocorreram em Ubatuba e São Sebastião, cidades que estão entre as mais afetadas.

Uma menina de 7 anos morreu na madrugada deste domingo (19), após uma pedra deslizar e atingir a residência que ela estava em Ubatuba. O incidente aconteceu na rua Benedito Alves da Silva, no bairro Pereque-Açu e a ocorrência foi foi atendida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), que constatou a morte ainda no local.

A pedra foi removida enquanto o local foi preservado para a perícia. As outras duas mortes aconteceram em São Sebastião, sendo de uma mulher de 40 anos, identificada pela Prefeitura como Fabiana de Freitas Sá, coordenadora do Programa Criança Feliz, vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Social, e um bebê de nove meses, que morreu no bairro de Camburi, um dos mais prejudicados pelos temporais. Equipes dos Bombeiros seguem em operações de resgate e busca por desaparecidos.

A corporação afirma que desde às 9h da manhã já registrava número recorde de solicitações vindo dos quatros municípios que compõe a região.

A cidade de Ilhabela registrava 12 solicitações de atendimento; Ubatuba, 66 solicitações; Caraguatatuba, 101 solicitações; e São Sebastião, que decretou estado de calamidade pública, 481 solicitações.

Veja também

Em entrevista exclusiva à Jovem Pan News, o governador Tarcísio Gomes de Freitas (Republicanos) anunciou o uso de duas aeronaves do Exército Brasileiro para operação de resgate a moradores que estão ilhados e deslocamento de feridos.

Segundo ele, hospitais de Caraguatatuba e São José dos Campos, este último no Vale do Paraíba, já estão preparados para receber os feridos. Se necessário, as vítimas também serão encaminhadas ao Hospital das Clínicas, na capital paulista.

“O que a gente está vendo é que a situação realmente é muito crítica. Temos um grande desfio agora que é a limitação de acesso. São vários pontos de deslizamentos na Rio-Santos em pontos diferentes, tanto na direção Sul quanto na direção Norte, então temos áreas isoladas. Nosso objetivo agora é fazer a desobstrução imediata. Usaremos todos os meios, empresas de engenharia, concessionárias estão cedendo equipamentos em um gesto de solidariedade para que possamos fazer a desobstrução”, afirmou o governador.

De acordo com ele, caminhões com mantimentos estão em deslocamento para a região levando cestas básicas. “Precisamos deslocar homens do Corpo de Bombeiros para resgate e assistência imediata, trazer pessoas e levar feriados aos hospitais, por isso a operação de transporte com aeronaves do Exército”, completou.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0