HomeNOTÍCIAS

Saiba caminhos para solicitações do Auxílio Maternidade no INSS

Em uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde, os dados mostraram um crescimento na quantidade de bebês recém nascidos no período de março a maio.

Saiba sobre o calendário de pagamentos do Saque-aniversário do FGTS em 2022
Alviverde recebe União Suzano e busca primeira vitória em casa para fugir da zona de rebaixamento pelo Paulista da A3
Dormir em cama suja pode causar doenças

Em uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde, os dados mostraram um crescimento na quantidade de bebês recém nascidos no período de março a maio.

Saiba caminhos para solicitações do Auxílio Maternidade no INSS. Em uma pesquisa feita pelo Ministério da Saúde, vimos que os dados apresentados mostraram um crescimento na quantidade de bebês recém nascidos no período de março a maio. No ano passado, ano de 2021, os três meses acabaram sendo marcados pelas medidas de prevenção global da COVID-19.

As mulheres que tiveram seus bebês nascendo recentemente ou que ainda estão na espera do nascimento deles, possuem suas dúvidas de como funciona o benefício que é garantido por lei, chamado salário-maternidade.

Para as mamães que possuem trabalho, a própria empresa na qual ela trabalha se torna encarregada de realizar a solicitação onde, também foi feito um canal para as empresas que liga diretamente a Previdência Social para tratar sobre esse tipo de assunto.

O valor do benefício é o mesmo que a remuneração mensal que a futura ou até mesmo recente mamãe recebe como se ainda estivesse trabalhando.

Veja também

O requerimento também pode ser feito acessando o Meu INSS pela internet ou através do aplicativo disponível para Android e iOS.

Uma pessoa especialista em Previdência, chamado Hilário Bocchi Junior, resolveu experimentar um canal de atendimento através do telefone 135.

Após ter coletado todos os documentos necessários da mãe do bebê, ele respondeu as perguntas que foram feitas no telefone, muito simples por sinal e logo em seguida o processo foi concluído, tendo a solicitação processada e em menos de 60 minutos o benefício já estava liberado.

Esse caminho pode ser seguido para quem não tem trabalho formal, ou seja, quem paga o INSS por conta própria ou como desempregada, que seria a segurada facultativa.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0