HomeNOTÍCIAS

Presidente Lula determina liberação de R$ 10 bilhões em emendas para deputados e senadores

Presidente Lula determina liberação de R$ 10 bilhões em emendas para deputados e senadores

O presidente determinou a liberação de R$ 10 bilhões em emendas parlamentares após reunião com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).Após

Estrategista: Bolsonaro mirou mídia internacional ao marcar ato na Paulista em 25/2
Presidente Jair Bolsonaro renova concessão da Globo
Lula e Janja mostram cartões de vacinação da Covid-19

O presidente determinou a liberação de R$ 10 bilhões em emendas parlamentares após reunião com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL).

Após reunião com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), nesta terça-feira (2) de maio, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva chamou sua equipe e mandou liberar emendas parlamentares para a Câmara e para o Senado.

Lira comunicou Lula de que ainda não haviam sido liberadas as emendas prometidas na aprovação da PEC da Transição, no fim do ano passado.

O presidente da Câmara disse que cargos prometidos também ainda não foram preenchidos.

Lula afirmou que o governo se desorganizou nesse ponto, mas que era preciso consertar a falha. As emendas totalizam R$ 6,5 bilhões para a Câmara e R$ 3,5 bilhões para o Senado.

A liberação de emendas é uma prática comum no Brasil, mas a decisão de Lula de liberar R$ 10 bilhões em um momento de crise econômica e fiscal é vista como uma tentativa de agradar a base aliada e garantir apoio político para projetos futuros.

Críticos da medida afirmam que ela pode comprometer ainda mais as contas públicas e agravar a crise fiscal do país. No entanto, defensores da medida argumentam que a liberação das emendas pode ajudar a impulsionar a economia, ao direcionar recursos para obras e projetos em todo o país.

Resta agora aguardar para ver os efeitos da decisão do presidente Lula sobre a relação com o Congresso e sobre a economia do país.

FOTO CAPA: Ricardo Stuckert

LEIA TAMBÉM

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0