Presidente Jair Bolsonaro condena declaração de Mamãe Falei

HomeNOTÍCIAS

Presidente Jair Bolsonaro condena declaração de Mamãe Falei

"É tão asquerosa que nem merece comentário." Essa foi a resposta do presidente Jair Bolsonaro (PL) quando perguntado por um apoiador neste domingo (6)

Bolsonaro diz que super bandeira de energia chegará ao fim
Bolsonaro cita queda do preço do petróleo e diz esperar que Petrobras retorne aos níveis da semana passada
Presidente Bolsonaro se reúne com WhatsApp
PUBLICIDADE

“É tão asquerosa que nem merece comentário.” Essa foi a resposta do presidente Jair Bolsonaro (PL) quando perguntado por um apoiador neste domingo (6), em Brasília, sobre a declaração do deputado estadual Arthur do Val (Podemos-SP), conhecido como Mamãe Falei, acerca das mulheres ucranianas.

PUBLICIDADE

Presidente Jair Bolsonaro condena declaração de Mamãe Falei. Bolsonaro chegava ao Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República, depois de uma visita ao general Villas Bôas, ex-comandante do Exército, quando foi questionado sobre o assunto.

Mamãe Falei, que é do MBL (Movimento Brasil Livre), foi à Ucrânia junto com o coordenador nacional da organização, Renan Santos.

Leia também:

Em áudio vazado nas redes sociais, ele afirma que as “ucranianas são fáceis porque são pobres”, entre outras declarações consideradas machistas.

PUBLICIDADE

As afirmações de Mamãe Falei já foram repudiadas pelo colega de partido e pré-candidato à Presidência da República Sergio Moro, que diz que não vai dividir palanque com o deputado nem apoiá-lo.

Namorada do parlamentar, a enfermeira Giulia Blagitz terminou o relacionamento com ele à distância depois das declarações.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) anunciou em suas redes sociais que acionará o Ministério Público contra o parlamentar.

Líderes do Podemos, partido de Mamãe Falei, esperam o pedido de desfiliação do político, que chegou a ser pré-candidato ao governo de São Paulo pela legenda, mas desistiu depois que os áudios foram divulgados.

O partido já abriu processo disciplinar para apurar os fatos.

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0