HomeNOTÍCIAS

Preço da gasolina deve aumentar nesta semana

Preço da gasolina deve aumentar nesta semana

A distribuidora Ipiranga anunciou um reajuste nos preços da gasolina, diesel e etanol em seus postos de combustíveis credenciados a partir de terça-

Etanol já custa mais caro do que gasolina em alguns postos do Brasil
Petrobras reduz o preço de venda da gasolina para as distribuidoras
Alta do preço dos combustíveis ‘enche’ cofres da União em 2021 e arrecadação deve passar de R$ 70 bi

A distribuidora Ipiranga anunciou um reajuste nos preços da gasolina, diesel e etanol em seus postos de combustíveis credenciados a partir de terça-feira (11), citando o efeito imediato da MP 1227/24. A empresa afirmou que cabe aos revendedores decidir os preços na bomba, operando conforme a livre iniciativa e concorrência previstas em lei.

A expectativa de reajustes nos preços por litro da gasolina fez a semana começar com clima de indefinição no setor. Isso porque, na última sexta-feira (7), a Ipiranga anunciou um aumento de preços a partir desta terça (11).

A subida do preço é associada à medida provisória que compensa a desoneração da folha de pagamento para 17 setores e pequenos municípios. As informações são da Folha de S. Paulo.

Entidades do setor, como Brasilcom, Abicom, SindTRR, Fecombustíveis e Sindicom, publicaram uma nota conjunta contra a medida, alegando que ela reprimirá créditos tributários e aumentará os custos, impactando o preço dos combustíveis e gerando inflação. O Sindicato dos Postos de Combustível do Distrito Federal alertou que o aumento pode chegar a 3% a 7% no diesel, gasolina e etanol.

O governo Lula (PT) restringiu o uso de créditos tributários de PIS/Cofins, em alguns casos podendo limitar o ressarcimento em dinheiro e, em outros, definindo que as empresas não podem mais usar esses créditos para abater o pagamento de outros tributos. Diante disso, o Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás (IBP) avalia que, para o setor de combustíveis, o impacto da medida será de pelo menos R$ 10 bilhões, com chance de que haja crescimento no preço da gasolina de 4% a 7%. Já no diesel, o impacto seria de 1 a 4%.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: