Postos devem mostrar preço do combustível antes da redução do ICMS

HomeNOTÍCIAS

Postos devem mostrar preço do combustível antes da redução do ICMS

O Diário Oficial da União desta quinta-feira (7) de julho, traz o decreto do presidente Jair Bolsonaro que obriga os postos a exibirem os preços dos c

De acordo com a ANP preço médio do etanol tem queda
Gasolina sobe e chega a custar quase 8 reais o litro
Associação do Consumidor cobra combustível mais barato para aviação no Brasil
ANÚNCIO

O Diário Oficial da União desta quinta-feira (7) de julho, traz o decreto do presidente Jair Bolsonaro que obriga os postos a exibirem os preços dos combustíveis praticados no dia 22 de junho de 2022.

ANÚNCIO

A data é anterior à sanção do projeto que estabeleceu o teto para as alíquotas do ICMS, em 24 de junho.

Essa informação deve ser feita de forma transparente para que o consumidor possa fazer a comparação no momento da compra. Segundo o decreto, ela deve ser “correta, clara, precisa, ostensiva e legível”

Os postos também devem informar de maneira separada o valor aproximado relativo ao tributo estadual presente no preço final praticado na bomba.

ANÚNCIO

LEIA TAMBÉM:

Deve informar ainda, separadamente, o valor relativo à Contribuição para o PIS/Pasep, assim como a Cide-combustíveis, Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico, incidente sobre a importação e a comercialização de petróleo e seus derivados, gás natural e seus derivados, e álcool etílico combustível

A medida começa a vigorar nesta quinta (7) e vai até 31 de dezembro, mesmo prazo estabelecido para o teto do ICMS. O decreto não prevê nenhuma punição.

ANÚNCIO

Ao menos 23 estados reduziram a alíquota de ICMS, entre eles, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Ceará e o Distrito Federal.

ANÚNCIO

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0