HomeNOTÍCIAS

Petrobras reduz preços de venda de gasolina para as distribuidoras

A partir desta quarta-feira (20) de julho, o preço médio de venda de gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 4,06 para R$ 3,86 por

Preço da gasolina deve aumentar nesta semana
Governo de SP anuncia redução do ICMS e preço médio da gasolina deve ficar abaixo de R$ 6,50
Preços de gasolina, etanol e diesel podem aumentar com a PEC dos Combustíveis

A partir desta quarta-feira (20) de julho, o preço médio de venda de gasolina da Petrobras para as distribuidoras passará de R$ 4,06 para R$ 3,86 por litro, uma redução de R$ 0,20 por litro.

Petrobras reduz preços de venda de gasolina para as distribuidoras. Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,96, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba.

Petrobras reduz preços de venda de gasolina para as distribuidoras

Essa redução acompanha a evolução dos preços internacionais de referência, que se estabilizaram em patamar inferior para a gasolina, e é coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio.

Em suas redes sociais o presidente do Brasil Jair Bolsonaro publicou. “- Petrobrás reduz o preço da gasolina: – A partir de amanhã, 20/julho, o preço médio da gasolina para as distribuidoras passa de R$ 4,06 para R$ 3,86 por litro. – A redução é de 5,18%. Brevemente o Brasil terá uma das “gasolina” mais barata do mundo“, postou.

LEIA TAMBÉM:

Transparência é fundamental

De forma a contribuir para a transparência de preços e melhor compreensão da sociedade, a Petrobras publica em seu site informações referentes à formação e composição dos preços de combustíveis ao consumidor.

Preços na bomba

Os preços de venda de combustíveis às refinarias pela Petrobras são um dos fatores de composição do preço final dos combustíveis, junto com impostos e fatia de distribuidoras e revendedores.

A Petrobras afirma que, considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,96, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba.

Quem apura o valor na bomba é o levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0