Papa Francisco beija a bandeira ucraniana e pede que as armas fiquem em silêncio

HomeNOTÍCIAS

Papa Francisco beija a bandeira ucraniana e pede que as armas fiquem em silêncio

Papa Francisco recebeu crianças ucranianas refugiadas na audiência semanal do Vaticano. O pontífice beijou uma bandeira da Ucrânia que fora envia

Papa confirma intenção de ir à Ucrânia, mas admite preocupação
Funcionários próximos ao Papa Francisco são diagnosticados com Covid-19
Papa Francisco condena violência contra mulheres
PUBLICIDADE

Papa Francisco recebeu crianças ucranianas refugiadas na audiência semanal do Vaticano.

PUBLICIDADE

O pontífice beijou uma bandeira da Ucrânia que fora enviada a ele de Bucha, cidade próxima de Kiev, onde centenas de civis foram encontrados mortos após a retirada das tropas russas.

Francisco declarou, em suas palavras, “que as notícias recentes da guerra da Ucrânia em vez de trazerem alívio e esperança, trazem mais atrocidades, como o massacre de Bucha”.

PUBLICIDADE

LEIA TAMBÉM:

Ao final da audiência, o Papa pediu que parem esta guerra, que as armas fiquem em silêncio e que parem de semear a morte e a destruição.

Francisco se dirigiu às crianças e afirmou que elas tiveram que sair foragidas para chegar a uma terra segura. E isso é fruto da guerra.

E concluiu dizendo. “Não vamos esquecê-las e não vamos esquecer o povo ucraniano”.

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0