HomeNOTÍCIAS

Kleber Lucas vê racismo no hino da Harpa “Alvo Mais Que a Neve”

Esquerdista tenta inserir divisão racial na Igreja criticando hino usado na Santa Ceia.O cantor Kleber Lucas, que já foi uma voz reconhecida

Após quase 20h de viagem, Igreja Avivamento Profético visita famílias necessitadas no Vale do Jequitinhonha, uma das regiões mais pobres do Brasil
Homem vence na loteria e esconde de sua filha e esposa
Mesmo com muitas festividades Brasil ocupa a 49º posição no ranking entre as nações mais felizes

Esquerdista tenta inserir divisão racial na Igreja criticando hino usado na Santa Ceia.

O cantor Kleber Lucas, que já foi uma voz reconhecida no meio evangélico, criticou o louvor da Harpa Cristã “Alvo Mais Que a Neve”, durante conversa com o cantor Caetano Veloso em um podcast.

Kleber Lucas aproximou-se muito da ideologia de esquerda, inclusive tendo declaro apoio a eleição do petista Luiz Inácio Lula da Silva, que foi livrado da punição pelos seus crimes através de manobra do Supremo Tribunal Federal (STF).

No trecho divulgado nas redes sociais, o cantor comenta sobre como brancos e negros cantam o hino 39 da Harpa Cristã com emoção, sugerindo que o hino teria teor racista, dando a interpretação de que a mudança proposta na melodia não seria espiritual, mas física.

“Tem um hino que fala o seguinte: ‘Alvo mais que a neve’. Se você aceitar Jesus, você vai ficar branco como a neve. Isso é cantado por brancos e negros com lágrimas”, comenta ele.

Veja também

Em seguida ele completa dizendo que o louvor “tem uma melodia lindíssima”, supostamente com discurso “nefasto e de dominação”. “Porque o sangue de Jesus me torna branco. As ideias de embranquecimento estão lá no hino”, diz ele.

No entanto, o cantor tentou usar o louvor para inserir uma divisão racial na Igreja, mesmo sob má interpretação da obra, que na verdade é inspirada no Salmos 51.7, que diz: “Purifica-me com hissopo, e ficarei puro; lava-me, e ficarei mais branco do que a neve”.

Por causa da bela letra sobre purificação, o louvor é muito utilizado nas igrejas no momento da Santa Ceia, rito que lembra a morte e ressurreição de Jesus Cristo.

É preciso lembrar que a tentativa de dividir a sociedade é uma tática bastante usada pela extrema esquerda e tudo indica que o alvo da vez são justamente os evangélicos, onde a ideologia é bastante combatida.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0