Jogo do bicho e outros jogos em cassinos, bingos, apostas eletrônicas e lotéricas devem ser legalizados no país

HomeNOTÍCIAS

Jogo do bicho e outros jogos em cassinos, bingos, apostas eletrônicas e lotéricas devem ser legalizados no país

A Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei para legalização em caráter permanente ou por prazo determinado, com a cobrança de imposto de 17% sobre

Carnaval no Sambódromo do RJ começa em 20 de abril
Nestlé abre diversas vagas de emprego na região e em Araras, SP
Sisu terá nova nota de corte após retirada de classificações duplicadas
PUBLICIDADE

A Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei para legalização em caráter permanente ou por prazo determinado, com a cobrança de imposto de 17% sobre a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico, a chamada Cide-jogos.

PUBLICIDADE

Jogo do bicho e outros jogos em cassinos, bingos, apostas eletrônicas e lotéricas devem ser legalizados no país. A alíquota será cobrada sobre a receita bruta das empresas que comercializarem as apostas.

Leia também:

Já para os ganhadores, o projeto estabelece uma taxa de 20% sobre o lucro líquido. 

Pelo texto, fica proibida a cobrança de qualquer outro imposto sobre faturamento, renda ou lucro decorrente da exploração de jogos e apostas. 

PUBLICIDADE

Na votação, os deputados rejeitaram sete destaques, o mais polêmico, que passaria de 17%, para 30% a alíquota sobre a receita bruta e não sobre o lucro. 

Para alguns deputados, como Reginaldo Lopes (PT-MG), o modelo de tributação é muito generoso com jogos. Marcelo Ramos (PL-AM), 1º vice-presidente da Câmara, a carga tributária dos jogos será menor do que a de alimentos da cesta básica. 

E comparou o tributo sobre a cerveja, que é maior do o que incide sobre a água. 

Já o relator, Felipe Carreras (PSB-PE) argumentou que não se pode comparar alimento com entretenimento. A proposta, segundo o parlamentar, é atrair investimentos para o setor, gerar empregos e renda.

O texto precisa ser aprovado no Senado. 

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0