HomeNOTÍCIAS

Irmã faz homenagem ao Super Chico durante missa: ‘Seus 5 mil sorrisos vão seguir com a gente’

Durante a celebração de 7° dia da morte do menino, irmã de Francisco Bombini, conhecido nas redes sociais com Super Chico, leu um texto em sua homenag

Mulher descobre mais de mil traições nas redes sociais
Estudo global indica que 34% dos brasileiros defendem semana de quatro dias úteis em 2023
Mãe definiu Super Chico como ‘menino mais forte do mundo’ após superar UTI

Durante a celebração de 7° dia da morte do menino, irmã de Francisco Bombini, conhecido nas redes sociais com Super Chico, leu um texto em sua homenagem. Morador de Bauru de 6 anos morreu após parada cardíaca; ele tinha síndrome de down e outras comorbidades.

“São Francisco precisou recrutar um pupilo para uma missão muito importante no céu”. Foi com essa frase que uma das irmãs de Francisco Bombini, mais conhecido nas redes sociais onde tem milhares de seguidores como Super Chico, começou umas das homenagens ao menino durante a missa de 7° dia da morte dele.

Chico morreu no dia 6 de fevereiro após sofrer uma parada cardíaca enquanto dormia em casa. O menino, que tinha síndrome de down e outras comorbidades fazia sucesso nas redes sociais com sua história de muitas batalhas pela vida vencidas.

Em 2020, ele viralizou mais uma vez e ficou conhecido em todo o país ao superar Covid-19 com apenas 3 anos. Quando recebeu alta após 18 dias internado, 13 deles na UTI, o Chico teve sua história contada em uma reportagem do Fantástico, que o apresentou como “o menino mais forte do mundo”.

Veja também

A missa, realizada neste domingo (12), reuniu amigos e parentes do pequeno herói na Paróquia Santa Rita e foi transmitida ao vivo pelo perfil oficial do Super Chico no Instagram, que a administrado pela mãe do menino, a advogada Daniela Guedes Bombini. O vídeo, disponibilizado na rede social, acumulava até esta terça-feira (14) mais de 71 mil visualizações.

A missa foi toda em homenagem ao Chico, e no final da celebração a sua irmã, Beatriz Guedes Bombini, leu um texto, uma pequena história da partida do menino para novos desafios para aqueles que têm fé na continuidade da vida.
“No céu, o Super Chico é um dos responsáveis pelo departamento de alquimia cardíaca. Cabe a ele despejar colheradas de amor no coração dos novos humanos. Portanto, as próximas fornadas de gentes deverão nascer com mais empatia, mais generosidade, mais leveza. Tudo isso graças a esse ingrediente fantástico – o amor. Teremos, assim, pessoas mais parecidas com aquelas que foram tocadas pelo Super Chico na Terra”, diz um dos trechos.
whatsapp image 2023 02 14 at 11.06.44

Missa em homenagem ao Chico reuniu parentes e amigos na paróquia em Bauru — Foto: Adham Marin / Arquivo pessoal

Homenagem

A homenagem foi uma ideia da Bia, como Beatriz é carinhosamente chamada, que foi colocada em palavras pelo amigo da família, o jornalista e estudante de medicina Adham Marin, e outras pessoas que ajudaram a organizar toda a missa.

“A Bia queria fazer uma homenagem para o irmão e nós a ajudamos a formatar a ideia de maneira que coubesse na missa e fosse seguida pela Oração de São Francisco tocada, que foi um pedido da Daniela. Falo em ‘nós’ porque não fiz nada sozinho. Fomos um grupo de pessoas organizando a missa para que tudo ficasse como ficou, colegas que ajudaram no texto, na diagramação das artes, camisetas, lembrancinhas, na escolha e execução das músicas”, explica.

A referência a São Francisco, de quem a família é devota, está na escolha do nome do pequeno e foi também um personagem entre as inúmeras fantasias que a Dani vestia o pequeno para os registros que faziam sucesso na internet.

Além do Santo protetor dos animais, o menino era quase sempre retratado com a fantasia de Superman, o que lhe rendeu o apelido famoso de Super Chico.

Amigo da família mesmo antes do nascimento do Chico, Adham ainda tenta lidar com o luto, mas destaca que mesmo em sua curta vida, o Chico deixou muitos exemplos.

“Nesses 6 anos que o Francisco nos alegrou aqui, todos sabíamos que uma hora isso aconteceria. Então, de certa maneira, cada um foi se preparando ao seu modo. Mas acho que a mensagem mais importante de todas foi que a vida, ainda que breve, mesmo cheia de dificuldades, dores, medos, vale a pena ser vivida. Vale a pena a gente tentar ser feliz”, destaca.

Na missa, a família e amigos que conviveram com o Chico, também agradeceram mais uma vez as lições do pequeno super herói, sempre sorridente.

“Saiba que sua bravura, seu carinho, seu olhar angelical e seus 5 mil sorrisos vão seguir com a gente. Um dia, estaremos todos juntos novamente”, finaliza o texto de homenagem .

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0