HomeNOTÍCIAS

IPTU 2023: pedidos de isenção já estão disponíveis aos moradores de Araras, SP

IPTU 2023: pedidos de isenção já estão disponíveis aos moradores de Araras, SP

Solicitações devem ser realizadas no Ganha Tempo até o vencimento da 1ª parcela no mês de março, prevista no carnê.Os pedidos de isenção do IPTU

Em jogo beneficente time da imprensa impressiona pelo tamanho. O mais pesado tem 215 kg
Polícia Militar captura dois condenados pela Justiça em menos de 12 horas em Araras, SP
Tribunal de Contas divulga 25 cidades da região que receberam baixas notas em avaliação de Gestão Pública incluindo Araras, SP

Solicitações devem ser realizadas no Ganha Tempo até o vencimento da 1ª parcela no mês de março, prevista no carnê.

Os pedidos de isenção do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) 2023 começaram nesta quinta-feira (23). As solicitações devem ser realizadas no Ganha Tempo, localizado na Rua Francisco Leite, 152, no Centro, até o vencimento da 1ª parcela, prevista no carnê (23, 24, 27 e 28 de março).

Segundo o Artigo 171, IV do Código Tributário do Município de Araras, a isenção é permitida a aposentados, idosos, pensionistas, pessoas com deficiência e beneficiários do amparo social ao idoso.

Interessados devem comparecer ao Ganha Tempo com os seguintes documentos: RG, CPF, documento de comprovação do imóvel. Já para as pessoas que recebem algum tipo benefício, o extrato do auxílio com competência de janeiro de 2023.

O horário de funcionamento do Ganha Tempo é de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, com distribuição de senhas. Outras informações podem ser 3547-3025 (Secretaria da Fazenda) ou 3542-7001 (Ganha Tempo).

LEIA TAMBÉM

Quem tem direito à isenção?

Adoção – Os imóveis utilizados como residência e de propriedade da família que adotar crianças ou adolescentes até 18 anos de idade ou que tenha obtido a guarda judicial.

Aposentados – Os imóveis edificados pertencentes a aposentados, idosos, pensionistas e beneficiários do amparo social ao idoso, com rendimento mensal de até dois salários mínimos, de uso exclusivamente residencial e proprietário de um único imóvel, não se aplicando a isenção se o imóvel for objeto de usufruto.

Imóvel de até 70m² – Os imóveis com área edificada de até 70m², utilizado exclusivamente para moradia e possuidor de um único imóvel registrado no cadastro imobiliário até dezembro de 2000.

Deficientes – Imóvel edificado pertencente a deficiente com rendimento mensal de até dois salários mínimos, de uso exclusivamente residencial do proprietário, sendo este seu único imóvel, não se aplicando a isenção se o imóvel for objeto de usufruto. É necessária a comprovação de recebimento do (BPC/LOAS) Beneficiário da Prestação Continuada ou aposentadoria por invalidez.

Empresas e entidades – Empresas e indústrias prestadoras de serviço, associações, entidades de classe, promoção social, entidades religiosas de qualquer denominação.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0