Guedes diz que Brasil vai crescer mesmo com ‘turbulência’ no exterior

HomeNOTÍCIAS

Guedes diz que Brasil vai crescer mesmo com ‘turbulência’ no exterior

Ministro da Economia afirmou que Europa e os Estados Unidos vão enfrentar uma recessão econômica, mas que o crescimento do Brasil ‘está garantido’. O

PIB deve ficar estável em 2022, afirma secretário do governo
Aposentados e beneficiários do INSS já podem consultar valores da segunda parcela do 13º
Atenção para vagas de emprego nesta quinta-feira (3), na Nestlé em Araras, SP
PUBLICIDADE

Ministro da Economia afirmou que Europa e os Estados Unidos vão enfrentar uma recessão econômica, mas que o crescimento do Brasil ‘está garantido’.

PUBLICIDADE
O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o Brasil vai crescer apesar das “turbulências” no exterior.

Durante longo discurso ao lado do presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira, 14, em evento com empresários em São Paulo, o ministro afirmou que o crescimento econômico brasileiro está garantido e lembrou a importância da aprovação do projeto que limita o ICMS sobre os combustíveis e outros produtos, alternativa encontrada para tentar reduzir os preços e conter a inflação.

“O crescimento do Brasil está garantido para os próximos anos.

PUBLICIDADE

LEIA TAMBÉM:

Estamos na transição de uma economia que era dirigida pelo mercado, e o mercado quebrou e o governo quebrou nas últimas administrações financeiramente irresponsáveis, sem capacidade técnica de fazer a coisa certa, destruíram 3 milhões de empregos em dois anos, por exemplo”, afirmou Paulo Guedes.

Na ocasião, o ministro ainda disse que a Europa e os Estados Unidos vão enfrentar uma recessão econômica, que deve afetar a economia mundial. Segundo ele, ao mesmo tempo em que o ambiente de turbulência lança desafios ao Brasil, como aumento de preço dos alimentos e energia, há um cenário favorável.

“O Brasil é a maior fronteira de investimentos abertos no mundo. A reforma dos marcos regulatórios nos permitiu ampliar o que já estava acontecendo naturalmente, uma retomada gradual do investimento privado virou uma avalanche. R$ 800 bilhões, nunca tivemos um compromisso dessa magnitude e isso garante o crescimento da economia brasileira“, disse, reforçando que no país as estimativas estão sendo corrigidas de forma positiva.

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0