HomeNOTÍCIAS

Ex-BBB Juliette denuncia silêncio da mídia em relação às queimadas na Amazônia

Ex-BBB Juliette denuncia silêncio da mídia em relação às queimadas na Amazônia

É importante observar que Juliette, que se tornou uma das figuras públicas mais influentes no Brasil após sua participação no reality show Big Brother

Erasmo Carlos morre aos 81 anos
Homem morre durante montagem de palco da dupla Jorge e Mateus
Popó ‘atropela’ Bambam, nocauteia em menos de um minuto e cutuca: ‘Até me deu as costas de tão frouxo’

É importante observar que Juliette, que se tornou uma das figuras públicas mais influentes no Brasil após sua participação no reality show Big Brother Brasil, fez campanha e declarou apoio ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas não mencionou ou responsabilizou o atual presidente da República em sua crítica.

A renomada influenciadora digital e ex-BBB Juliette Freire utilizou sua vasta plataforma nas redes sociais para criticar a aparente falta de cobertura midiática sobre a severa situação das queimadas na Amazônia. Com mais de 30 milhões de seguidores no Instagram, Juliette fez um apelo veemente à atenção do público e das autoridades para a crise que assola a região amazônica.

A manifestação de Juliette ocorreu na sexta-feira, quando a capital do Amazonas, Manaus, foi encoberta pela terceira vez consecutiva por uma densa cortina de fumaça, resultado das queimadas que consomem vastas áreas da Amazônia. A influenciadora relatou ter conversado com fãs de Manaus que compartilharam relatos angustiantes sobre a situação, marcada não apenas pela fumaça, mas também pela severa estiagem.

“Gente, o que está acontecendo com o nosso país nos últimos dias? Eu estava conversando com uns fãs de Manaus. A Amazônia está queimando, as pessoas não estão conseguindo respirar, e eu não estou vendo grande alarde, nem na mídia, nem grandes esforços por parte dos governantes”, lamentou Juliette em um de seus stories.

A ex-BBB também aproveitou a oportunidade para chamar a atenção do mundo para a gravidade da situação no Amazonas. Ela ressaltou que, embora a seca seja um fator contribuinte, as queimadas ilegais estão exacerbando a crise.

A crítica de Juliette destaca a preocupação crescente com a situação na Amazônia, uma das regiões mais cruciais para o equilíbrio ambiental global. Muitos ativistas, cientistas e defensores do meio ambiente têm alertado repetidamente sobre a necessidade de proteger a Amazônia e conter as queimadas que ameaçam a biodiversidade e contribuem para as mudanças climáticas. O chamado de Juliette para uma maior conscientização e ação em relação às queimadas é uma voz poderosa que se une ao coro crescente de preocupação sobre a preservação da floresta amazônica.

LEIA TAMBÉM

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0