HomeNOTÍCIAS

Estudo global indica que 34% dos brasileiros defendem semana de quatro dias úteis em 2023

Estudo global indica que 34% dos brasileiros defendem semana de quatro dias úteis em 2023

Resta agora aguardar para ver se as empresas e os governos irão seguir a tendência global e adotar a semana de quatro dias úteis como uma nova forma d

Humorista Fábio Rabin é preso por andar embriagado no Catar e chora de desespero
Mulher descobre mais de mil traições nas redes sociais
Homem é condenado a pagar à ex-esposa mais de R$ 1 milhão de salário por trabalho doméstico

Resta agora aguardar para ver se as empresas e os governos irão seguir a tendência global e adotar a semana de quatro dias úteis como uma nova forma de organizar o trabalho no século XXI.

Um estudo realizado pela Global Advisor, feito pelo Instituto Ipsos em 36 países, avaliou a opinião da população sobre a adoção da semana de quatro dias úteis pelas empresas. Os resultados mostram que a redução da jornada de trabalho é uma ideia que tem ganhado força em todo o mundo, mas ainda não é consenso na maioria dos países.

No Brasil, 34% da população acredita que as empresas devem adotar a jornada reduzida em 2023, um índice próximo da média global de 37%. No entanto, nos Emirados Árabes Unidos, 68% dos trabalhadores acreditam nesta redução da jornada de trabalho. Na sequência estão a Índia, com 63%, e a Indonésia, com 54%.

Entre os países que menos acreditam na adoção de uma semana de quatro dias úteis estão o Japão, com apenas 15%, a Suécia, com 22%, e a Argentina, com também 22%.

Apesar de relativamente difundido, o debate sobre a redução da jornada de trabalho de cinco dias está longe de um consenso na maioria dos países, de acordo com os dados globais. A margem de erro da pesquisa para o Brasil é de 3,5 pontos percentuais para mais ou para menos.

Ainda assim, é inegável que a pandemia do coronavírus trouxe mudanças significativas no mundo do trabalho. O trabalho remoto e a flexibilidade de horários já são uma realidade para muitas pessoas, e a redução da jornada de trabalho pode ser vista como uma consequência natural dessas mudanças. Além disso, estudos indicam que a redução da jornada de trabalho pode trazer benefícios tanto para os trabalhadores quanto para as empresas, como o aumento da produtividade e a redução do estresse e da fadiga.

Resta agora aguardar para ver se as empresas e os governos irão seguir a tendência global e adotar a semana de quatro dias úteis como uma nova forma de organizar o trabalho no século XXI.

LEIA TAMBÉM

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0