HomeNOTÍCIAS

Emplacamentos de carros e comerciais leves despencam em um ano; venda de motos dispara

Números divulgados pela Fenabrave, a associação que representa as concessionárias de automóveis, revelam que as vendas de carros e veículos comerciais

Atenção você pode estar levando multas sem saber
Se você faz estas cinco coisas, você é ruim de motorista
Senado analisa proposta que aumenta o valor da multa para quem usa o celular ao volante

Números divulgados pela Fenabrave, a associação que representa as concessionárias de automóveis, revelam que as vendas de carros e veículos comerciais leves caíram 24% em março, na comparação com igual período do ano passado.

No total, foram emplacadas 134.904 unidades, entre carros de passeio e utilitários leves.

Comparando com fevereiro, o mês anterior, no entanto, os emplacamentos subiram quase 10%.

No acumulado do ano, os números dos dos segmentos não animam. Nos três primeiros meses de 2021 foram comercializados pouco menos de meio milhão de automóveis e comerciais leves; no primeiro trimestre de 2022, o total ainda beira 375 mil.

LEIA TAMBÉM:

Também houve retração, em março, na comparação anual, nos mercados de ônibus e caminhões e de implementos rodoviários.

Já o segmento de motos registrou alta significativa. Em todos os comparativos, inclusive.

No último mês de março foram emplacadas 110.083 motos no país, o que significa aumento de 47%, na comparação mensal e de 77%, na comparação anual.

No acumulado do ano, a Fenabrave registra o emplacamento de 274.766 motos, total que é 34% superior as pouco mais de 205 mil motos emplacadas entre janeiro e março de 2021.

Segundo a entidade, o segmento de duas rodas se beneficia, de certa forma, do aumento dos combustíveis: muitos brasileiros estão trocando o carro pela moto.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0