Deputados do PT vão ao Ministério Público contra Doria por propaganda eleitoral antecipada

HomeNOTÍCIAS

Deputados do PT vão ao Ministério Público contra Doria por propaganda eleitoral antecipada

Parlamentares alegam que o tucano utilizou recursos públicos estaduais para lançar sua candidatura ao Planalto. Os deputados estaduais Emídio de So

Câmara dos Deputados determina volta ao trabalho presencial a partir desta segunda-feira
Deputado petista denuncia Michelle por pronunciamento
Daciolo é confirmado como pré-candidato ao governo do RJ
PUBLICIDADE

Parlamentares alegam que o tucano utilizou recursos públicos estaduais para lançar sua candidatura ao Planalto.

PUBLICIDADE

Os deputados estaduais Emídio de Souza e Paulo Fiorilo, do PT, entraram com uma representação no Ministério Público Eleitoral contra João Doria (PSDB) por propaganda eleitoral antecipada.

A ação foi protocolada após o tucano participar de um evento no Palácio dos Bandeirantes em que anunciou sua renúncia ao governo de São Paulo para concorrer à Presidência da República.

A legislação só permite o lançamento de candidaturas e a realização de comícios a partir de agosto. “Além do crime de antecipar a campanha, ele faz isso dentro de um equipamento público, o Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, e faz isso com recursos públicos, se utilizando de um evento público”, afirmou Emídio em entrevista ao Jornal da Manhã.

LEIA TAMBÉM:

“No Palácio dos Bandeirantes, naquele mesmo dia, acontecia a cerimônia de assinaturas de convênios com prefeitos.

PUBLICIDADE

Ele chamou todos, aproveitou aquele evento que já estava ocorrendo e transformou em um comício, o que não é aceitável”, acrescentou.

O deputado também ressaltou que Doria fez ataques a outros pré-candidatos, como Lula e Bolsonaro, durante o evento.

“A Justiça Eleitoral tem todos os elementos para tomar as providências que precisam ser tomadas”, declarou.

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0