HomeNOTÍCIAS

Como recuperar a senha do app do FGTS?

Segurados que ainda não fizeram o saque terão uma nova oportunidade até 15 de dezembro.O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um direi

Revisão do FGTS tem uma estimativa de correção até R$10 mil, segundo LOIT
Você sabia que é possível descobrir seu número do PIS utilizando o CPF
Mulheres vão poder sacar o FGTS para pagar creches e qualificação profissional; regras ainda serão detalhadas

Segurados que ainda não fizeram o saque terão uma nova oportunidade até 15 de dezembro.

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um direito de todo trabalhador de carteira assinada. Os segurados que ainda não fizeram o saque terão uma nova oportunidade até 15 de dezembro deste ano.

Se você ainda não retirou o dinheiro por ter esquecido sua senha do aplicativo, veja o passo a passo de como recuperar:

  1. Ao acessar o app do Caixa Tem (Android | iOS), clique em “Recuperar Senha”;
  2. Clique em “Continuar” para validar o processo e faça o login na plataforma com a nova senha;
  3. Siga as instruções solicitadas e crie uma nova senha. Ela deve ser numérica, com ao menos seis dígitos, e não pode ser igual ao CPF, possuir repetições ou ser a sua data de nascimento;
  4. As instruções para a recuperação da senha serão enviadas para o endereço de e-mail cadastrado;
  5. Acesse o seu e-mail cadastrado, e clique em “Link para redefinir credenciais”;
  6. Insira o CPF no campo indicado, marque a opção “Não sou um robô” e clique em “Continuar”.

Veja também

O que aconteceu com o dinheiro não sacado?

Cerca de R$ 9,2 bilhões retornaram para as contas do FGTS, devidamente corrigidos, em cumprimento à Lei 14.075/2020, segundo o banco público. O FGTS rende o equivalente à taxa referencial (TR) mais 3% ao ano.

“Conforme previsto nessa legislação, os valores creditados automaticamente ficam disponíveis para movimentação pelo trabalhador pelo prazo de 90 dias, de acordo com calendário de pagamentos amplamente divulgado, e, caso não sejam sacados, retornam para as contas do FGTS corrigidos”, diz a Caixa, em nota.

A Caixa destaca que, em todo o calendário de pagamento, foram liberados cerca de R$ 30,1 bilhões para aproximadamente 43,7 milhões de trabalhadores com direito ao saque. Os pagamentos foram liberados até 15 de junho, conforme o mês de nascimento do trabalhador.

Os trabalhadores que movimentaram o Saque Extraordinário, em qualquer valor, não tiveram o saldo remanescente retornado às contas de FGTS. O saldo disponível permanece na conta do Caixa Tem.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0