China registra queda no consumo global de proteínas

HomeNOTÍCIAS

China registra queda no consumo global de proteínas

Dados mostram que, em novembro, o recuo de aquisições internas foi 12,6%. China registra queda no consumo global de proteínas: Autoridades alfand

Exportação brasileira de brasileira de carne bovina cai 43% com embargo da China
Vendas de carne suína estão aquecidas no mercado
Aumento nos casos da variante Ômicron resulta em queda na produção de carne
PUBLICIDADE

Dados mostram que, em novembro, o recuo de aquisições internas foi 12,6%.

PUBLICIDADE

China registra queda no consumo global de proteínas: Autoridades alfandegárias chinesas informaram que o País vai fechar o ano sem comprar mais carne bovina brasileira.

A suspensão ocorre desde setembro, quando dois casos atípicos de ‘vaca louca’ foram registrados no Brasil. Desde então, a China também vem desacelerando as compras das outras proteínas animais, a fim de manter o padrão em relação às importações de fornecedores não só brasileiros, como de todos os outros Países com os quais costumava fazer negócios.

Dados mostram que, no mês passado, o recuo de aquisições internas foi 12,6%. A maior oferta de carne suína local e os preços mais chamativos no próprio território também contribuíram para este cenário.

PUBLICIDADE

Leia também:

Para dezembro, a expectativa também é de menos embarques, mesmo com a formação de estoques visando o período de festas do Ano Novo Lunar, que acontece em fevereiro. Nesta época, geralmente, o País asiático fazia armazenamentos estratégicos para garantir maior volume de produtos.

Mas como o cenário tem sido totalmente ‘diferente’ do convencional, desde o embargo da carne bovina brasileira, a expectativa segue não sendo a melhor para o Brasil.

Por aqui, as exportações totais de carne de boi caíram 47% em novembro. Também houve recuo nas exportações gerais de proteínas suína (9,4%) e de frango (4,5%).

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0