Chefe da Gazeta é acusada de pedir troca de nude por matérias

HomeNOTÍCIAS

Chefe da Gazeta é acusada de pedir troca de nude por matérias

Michelle Giannella, gerente do departamento de esportes da TV Gazeta, está sendo acusada de ter pedido a repórteres ou produtoras que enviassem fotos

Quem pode pedir revisão da aposentadoria em 2022
Auxílio Brasil deve ser pago em dezembro
Motociata lota avenidas de Belo Horizonte em apoio a Bolsonaro
ANÚNCIO

Michelle Giannella, gerente do departamento de esportes da TV Gazeta, está sendo acusada de ter pedido a repórteres ou produtoras que enviassem fotos seminuas para assessores de imprensa ou atletas em troca de entrevistas. As informações são do portal UOL.

ANÚNCIO

Duas ex-funcionárias, que receberam o pedido em duas ocasiões, e mais cinco pessoas que estavam nas reuniões em que esse pedido foi feito foram ouvidas pela reportagem. Fontes disseram que as recomendações foram intensificadas em 2019, quando Giannella foi promovida a gerente.

“Já vivi muito machismo na Gazeta, e entrava na brincadeira para conseguir espaço. Foi melhorando, e, quando finalmente já estava fora de moda esse tipo de coisa, tive que ouvir um absurdo desse de uma mulher. Ela falava com sorriso no rosto. Me senti uma incompetente que só conseguiria trabalhar se mostrasse o corpo”, disse uma pessoa, que não quis se identificar.

Guilherme Camarda, repórter da Gazeta entre 2010 e 2022, falou que presenciou um dos pedidos.

– Ela disse para a jornalista enviar uma foto de biquíni para conseguir entrevista. E o mais inacreditável é que ela fala na frente de todo mundo, como se fosse natural.

Giannella, que também apresenta o programa Gazeta Esportiva, nega que tenha orientado profissionais a enviarem fotos provocantes.

ANÚNCIO

LEIA TAMBÉM:

“Isso não existe, isso é mentira. Eu sou mulher, eu estou há 24 anos neste trabalho e eu nunca usei o meu corpo pra me expor ou pra eu conseguir alguma coisa com algum atleta. E falar para uma mulher mandar foto de biquíni para um assessor? Pelo amor de Deus, gente, não tem isso”, declarou.

Ela afirma que é vítima de um complô de pessoas que foram demitidas.

A respeito do caso, a Gazeta nega a existência de reclamações contra Michelle.

ANÚNCIO

“São infundadas as acusações de assédio moral no departamento de esportes. Não há registros internos e no âmbito jurídico sobre o tema, que chegaram ao nosso conhecimento apenas por intermédio da imprensa. No entanto, com base nessas sinalizações, informamos que a gestão de pessoal do departamento de esportes está sendo acompanhada de perto com o objetivo de garantir a manutenção do bom ambiente profissional da equipe”, disse a Gazeta, em nota.

ANÚNCIO

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0