HomeNOTÍCIAS

Cesta básica encareceu quase 50% em três anos

De acordo com informações óleo, café e carne estão entre os itens que mais subiram. A cesta básica encareceu quase 50% no Brasil nos últimos três anos

Supermercados querem isenção de impostos na cesta básica
Preço da cesta básica sobe em nove cidades
Cesta básica fica mais cara em 12 de 17 capitais no mês de outubro

De acordo com informações óleo, café e carne estão entre os itens que mais subiram. A cesta básica encareceu quase 50% no Brasil nos últimos três anos.

Considerando os preços de São Paulo, a capital com a cesta básica mais cara do país, o custo do grupo de alimentos essenciais na mesa do brasileiro saltou de R$ 482,40, em fevereiro de 2019, para R$ 715,65, no segundo mês de 2022, de acordo com análises de monitoramento do Dieese, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômico.

Uma alta de 48%, que é o dobro da inflação oficial acumulada no período, que foi de pouco mais de 20%.

Na prática, significa que o consumidor perdeu poder de compra e, com o dinheiro que ganha, não está mais conseguindo levar para casa a mesma quantidade de produtos que levava em 2019.

A senadora do MDB do Mato Grosso do Sul, Simone Tebet, lamenta a situação econômica atual do país e diz que falta planejamento e empatia por parte do governo para reverter a situação.

LEIA TAMBÉM:

Além da falta de planejamento, a pré-candidata à presidência da República diz que os ataques recorrentes do presidente Jair Bolsonaro às instituições democráticas, como o sistema judiciário, por exemplo, prejudicam diretamente a economia e, consequentemente, a vida das pessoas.

Entre os produtos da cesta básica que mais subiram nos últimos três anos estão o óleo de soja, que encareceu 153%, o café em pó, com alta de 88% e a carne bovina, que ficou 75% mais cara no período.

Manteiga, açúcar, banana, pãozinho, tomate, farinha, arroz e leite também são itens que subiram bem mais que a inflação entre 2019 e 2022.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0