Bolsonaro diz que vai perdoar dívidas de estudantes no Fies na quinta-feira (10)

HomeNOTÍCIAS

Bolsonaro diz que vai perdoar dívidas de estudantes no Fies na quinta-feira (10)

Os estudantes inadimplentes no programa de Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) podem ter a dívida perdoada. Bolsonaro d

Rede Globo pode sair do ar em 2022?
Bolsonaro diz que Fachin deve ‘tomar as providências’ sobre sugestões das Forças Armadas ao TSE
Conheça os 9 benefícios e descubra se você se encaixa
PUBLICIDADE

Os estudantes inadimplentes no programa de Fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior (Fies) podem ter a dívida perdoada.

PUBLICIDADE

Bolsonaro diz que vai perdoar dívidas de estudantes no Fies na quinta-feira (10). A afirmação foi feita pelo presidente da República Jair Bolsonaro (PL), em uma conversa com apoiadores em Brasília. “Quinta-feira, vou regulamentar a questão do Fies. 1,7 milhão jovens que fizeram curso superior e não iam pagar, não vão pagar a conta.

Não têm como pagar. Agora, não é justo perdoar lá atrás e quem está adimplente continuar pagando. Vai continuar pagando, mas vai ter um bom desconto”, disse.

O Fies é, hoje, o principal programa para os estudantes universitários do país. Ele arca com parte das mensalidades em cursos de graduação em instituições privadas de educação superior, além de praticar taxas de juros e encargos mais baixos do que é cobrado no mercado.

O Fies ainda permite aos estudantes pagar as prestações financiadas somente após o fim do curso.

PUBLICIDADE

Leia também:

No final de 2021, Bolsonaro editou uma medida provisória (MP) que criou novas regras para os estudantes inadimplentes.

A MP ainda está em vigor e dá o direito ao estudante de renegociar a dívida em até 150 meses, c0m redução de juros, e vale para os estudantes que contrataram o Fies no segundo semestre de 2017. Agora, o presidente pretende mudar a MP mais uma vez.

A intenção é que esses estudantes ganhem o perdão da dívida. Bolsonaro voltou a dar exemplos do financiamento estudantil no Brasil e criticou a forma que o Fies foi lançado e oferecido aos universitários.

“O Fies é um bom programa feito com responsabilidade. A ‘esquerdalha’ criou um trilhão de universidades pelo Brasil, virou negócio. Quem acompanha um pouquinho vê o que aconteceu”, disse.

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0