Auxílio para gestantes, entenda como funciona e como receber

HomeNOTÍCIAS

Auxílio para gestantes, entenda como funciona e como receber

O Ministério da Cidadania tem como meta começar a pagar o valor do auxílio a partir de qualquer mês da gestação. Auxílio para gestantes, entenda

Veja quais são os carros mais econômicos de 2021
Anticoncepcional masculino aposta em acabar com movimentação de espermatozoides
Após pedir explicação a Lewandowski, Bolsonaro diz que vacinação infantil não é obrigatória
ANÚNCIO

O Ministério da Cidadania tem como meta começar a pagar o valor do auxílio a partir de qualquer mês da gestação.

ANÚNCIO

Auxílio para gestantes, entenda como funciona e como receber. Foi informado, pelo Ministério da Cidadania, que seria disponibilizado um novo benefício para mulheres, onde possuem inscrição no Cadastro Único (CadÚnico) e também recebem o benefício do Auxílio Brasil.

O valor é de aproximadamente R$ 65,00 e deve ser destinado a mulheres grávidas durante o seu período de gestação.

O benefício recebeu o nome de Benefício Composição Gestante (BGC), o complemento na renda familiar teve sua criação idealizada com o objetivo de modo que possa contribuir com a compra de itens básicos durante o período de gestação.

LEIA TAMBÉM:

A estimativa, por enquanto, é que milhões de beneficiárias do Auxílio Brasil sejam contempladas com o BGC.

Para ter direito a receber o benefício, além de estar inscrita no CadÚnico e fazer parte do grupo de quem recebe o benefício do Auxílio Brasil, elas devem apresentar também:

ANÚNCIO

• Nome completo da gestante;
• Status da gestação;
• Data de nascimento;
• Data de atendimento;
• Número do CNS;
• Número do CPF;
• Idade gestacional;
• Data provável de finalização da gestação (42 semanas após a DUM);
• DUM;
• Data de referência da linha de base.

Esse processo de seleção das mulheres gestantes conta também com o Auxílio do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Ministério da Saúde. Isso ocorre porque a identificação das gestantes será feita com base no levantamento de dados das duas instituições, assim como pela consulta ao Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica (SISAB).

O Ministério da Cidadania tem como meta começar a pagar o valor do auxílio a partir de qualquer mês da gestação, isso para as mulheres que se enquadrarem nas regras do programa. Em caso de aborto por qualquer que seja o motivo, a mulher continuará recebendo o auxílio.

Na regra, também vemos que poderão ser contempladas mais de duas mulheres da mesma família, tendo como única exceção para o pagamento onde existe o limite de somente uma gestação no prazo de 12 meses.

ANÚNCIO

Referente às datas de pagamento, o Governo informou que os repasses acontecerão junto ao calendário do Auxílio Brasil, tendo como base o final do Número de Identificação Social (NIS).

ANÚNCIO

COMENTÁRIOS

DISCUS: 0