Auxílio emergencial volta a ser pago pela Caixa

HomeNOTÍCIAS

Auxílio emergencial volta a ser pago pela Caixa

Nascidos em julho serão beneficiados. O pagamento dos resgates continuam até o dia 19 de outubro. Auxilio emergencial volta a ser pago pela Caixa. De

Caixa Econômica Federal autoriza saque do PIS/Pasep para quem trabalhou entre 1971 e 1988
Quem tem direito de sacar o FGTS?
Saiba quem pode participar do Programa Casa Verde e Amarela
PUBLICIDADE

Nascidos em julho serão beneficiados. O pagamento dos resgates continuam até o dia 19 de outubro.

Auxilio emergencial volta a ser pago pela Caixa. De acordo com informações obtidos pela nossa reportagem a Caixa Econômica Federal retoma nesta quarta-feira (13) outubro de 2021. A liberação do saque em dinheiro, sendo da sexta e penúltima parcela do auxílio. Contudo os trabalhadores informais nascidos em julho e inscritos por meios digitais ou CadÚnico. Poderão resgatar o valor, que já havia sido depositado em conta digital.

Os valores depositados na conta poupança digital podem ser movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem. Que permite o pagamento de contas essenciais, boletos e a realização de compras. Além disso, os beneficiários também podem fazer transferências instantâneas entre bancos via Pix (exceto para contas de mesma titularidade).

Calendário

O calendário de saque vai até o dia 19. Na sequência, começa no dia 20 o pagamento em depósito da sétima e última parcela, que prosseguirá até 31 de outubro, com resgate em dinheiro no período de 1º a 19 de novembro.

Dessa forma os integrantes do Bolsa Família recebem o auxílio conforme o calendário habitual do programa. Sendo assim a sétima e última parcela será paga de 18 a 29 de outubro de 2021.

Auxílio emergencial volta a ser pago pela Caixa

O programa se encerraria com a quarta parcela, depositada em julho e sacada em agosto, mas foi prorrogado até outubro, com os mesmos valores para o benefício. Em novembro, os beneficiários mais vulneráveis devem começar a receber o Auxílio Brasil, programa idealizado pelo governo Bolsonaro para substituir o Bolsa Família.

O auxílio emergencial foi criado em abril do ano de 2020 pelo governo federal para atender a população de baixa renda afetada pela pandemia. O benefício foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1.200 para mães chefes de família e, depois, estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada uma.

Neste ano, a nova rodada de pagamentos, durante sete meses, tem parcelas de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: as famílias, em geral, recebem R$ 250; mulheres chefes de família têm direito a R$ 375; e pessoas que moram sozinhas, R$ 150.

Auxílio emergencial volta a ser pago pela Caixa

Nascidos em julho serão beneficiados

Veja quem recebe nas próximas datas

Saque da 6ª parcela

Nascidos em janeiro: 4/10

Nascidos em fevereiro e março: 5/10

Nascidos em abril: 6/10

Nascidos em maio: 8/10

Nascidos em junho: 11/10

Nascidos em julho: 13/10

Nascidos em agosto: 14/10

Nascidos em setembro: 15/10

Nascidos em outubro: 18/10

Nascidos em novembro e dezembro: 19/10

Depósito da 7ª parcela

Nascidos em janeiro: 20/10

Nascidos em fevereiro: 21/10

Nascidos em março: 22/10

Nascidos em abril: 23/10

Nascidos em maio: 23/10

Nascidos em junho: 26/10

Nascidos em julho: 27/10

Nascidos em agosto: 28/10

Nascidos em setembro: 29/10

Nascidos em outubro: 30/10

PUBLICIDADE

Nascidos em novembro: 30/10

Nascidos em dezembro: 31/10

Saque da 7ª parcela

Nascidos em janeiro: 1º/11

Nascidos em fevereiro: 3/11

Nascidos em março: 4/11

Nascidos em abril: 5/11

Nascidos em maio: 9/11

Nascidos em junho: 10/11

Nascidos em julho: 11/11

Nascidos em agosto: 12/11

Nascidos em setembro: 16/11

Nascidos em outubro: 17/11

Nascidos em novembro: 18/11

Nascidos em dezembro: 19/11

7ª parcela para o Bolsa Família

Final do NIS 1: 18/10

Final do NIS 2: 19/10

Final do NIS 3: 20/10

Final do NIS 4: 21/10

Final do NIS 5: 22/10

Final do NIS 6: 25/10

Final do NIS 7: 26/10

Final do NIS 8: 27/10

Final do NIS 9: 28/10

Final do NIS 0: 29/10

Como utilizar o auxílio da melhor maneira

Como utilizar o auxílio emergencial da melhor forma? Além de tudo, com a chegada do fim de ano, sabemos que neste período também vem mostrando uma série de despesas e se não tomamos cuidado, acaba acarretando em mais dívidas.

Alguns exemplos disso são: férias de fim de ano, festas de Natal e Ano-Novo, matrícula dos filhos na escola, imposto de renda e do carro, entre outros.

Por tanto, tenha na sua cabeça que essas despesas irão ocupar boa parte do seu orçamento e o uso do auxílio emergencial para pagar toda essa dívida extra pode ser útil, se usado da forma correta. Programação é o princípio de uma vida financeira bem estruturada e saudável, principalmente quando há um descontrole nas contas durante o longo do ano.

PUBLICIDADE

COMENTÁRIOS

DISCUS: 5