HomeNOTÍCIAS

Apelidada de “Godzilla”, conheça a nova injeção de emagrecimento que promete auxiliar na perda de 24% do peso

Apelidada de “Godzilla”, conheça a nova injeção de emagrecimento que promete auxiliar na perda de 24% do peso

Os medicamentos para perda de peso, como o Wegovy e o Ozempic da Novo Nordisk, imitam o hormônio GLP-1, regulando o apetite e a saciedade.Uma

Previsão é que a chuva continue esta semana na maior parte do País e marque o início do outono
Vereadores criticam fala do executivo em audiência publica realizada na ultima sexta-feira (20) em Araras, SP
Efeito Lula: Brasil registra crescimento alarmante no déficit primário em fevereiro, revela Ipea

Os medicamentos para perda de peso, como o Wegovy e o Ozempic da Novo Nordisk, imitam o hormônio GLP-1, regulando o apetite e a saciedade.

Uma nova injeção de emagrecimento, apelidada de “Godzilla”, promete auxiliar pessoas com obesidade a perder até um quarto do peso corporal. Os ensaios clínicos do medicamento retatrutida, que atua como supressor de apetite e acelerador de metabolismo, revelaram uma média de 24% de redução de peso corporal em menos de um ano.

O estudo, publicado no New England Journal of Medicine em junho de 2023, envolveu 338 indivíduos com obesidade durante 48 semanas. Durante o Congresso Europeu sobre Obesidade, a diretora do Centro de Investigação da Obesidade de Yale, Ania Jastreboff, destacou os resultados surpreendentes.

As mulheres apresentaram resultados ainda mais expressivos, com uma perda média de 28,5% de peso, em comparação com 21,1% nos homens. Os especialistas acreditam que o uso prolongado pode levar a uma diminuição de até 30% do peso corporal.

Os participantes mais obesos alcançaram uma redução ainda maior, com 26,5% de perda de peso em 48 semanas, e todos os participantes do ensaio perderam pelo menos 5%.

Os medicamentos para perda de peso, como o Wegovy e o Ozempic da Novo Nordisk, imitam o hormônio GLP-1, regulando o apetite e a saciedade. O Ozempic, originalmente desenvolvido para tratar diabetes tipo 2, foi adaptado para a obesidade e mostrou que uma dosagem mais forte pode resultar em uma perda de 15% do peso corporal em 68 semanas.

Embora ainda não esteja aprovada para venda geral, a retatrutida demonstrou um impacto significativo na perda de peso nos ensaios de fase 2. No entanto, como outros medicamentos semelhantes, a retatrutida pode causar efeitos colaterais como náusea, diarreia e prisão de ventre. Ensaios maiores estão em andamento, com resultados previstos para 2026.

O professor Naveed Sattar, da Universidade de Glasgow, ressalta que a retatrutida ainda não atingiu todo o seu potencial.

COMENTÁRIOS

WORDPRESS: 0
    DISCUS: 0